Fone: (54) 3223.0322 | senalbacaxias@senalbacaxias.com.br | Whats: (54) 984.110.119
Informações aos sindicalizados

Informações aos sindicalizados

Caros sindicalizados:

O evento da Reforma Trabalhista aprovada em 2017, flexibilizou as relações de trabalho predominando o legislado sob o negociado e com isto a opção de pagar ou não a contribuição sindical descontada no mês de março. Porém esta opção não se estendeu aos trabalhadores Sindicalizados que têm o dever de continuar contribuindo com as três contribuições anuais, ou seja, uma contribuição Sindical e duas contribuições de Inclusão Social, já previstas no Estatuto Social do SENALBA. A permanência no quadro de Sindicalizados está condicionada ao pagamento destas contribuições acrescidas da mensalidade sindical.

Reforçamos a informação de que essa norma e de conhecimento de todos no ato da Sindicalização. Na pasta registro de cada Sindicalizado consta a documentação assinada de aceite e conhecimento das normas vigentes. Confira na  home Page www.senalbacaxias.com.br

Toda a assistência oferecida aos Sindicalizados e seus dependentes, (Médicos, Dentistas, Assessoria Jurídica, convênios e Lazer na sede campestre) está condicionada ao recebimento destas contribuições, ficando inviável a continuidade dos serviços sem o aporte destas receitas.

Quem optou por não pagar no mês de março, pode autorizar o desconto na próxima folha de pagamento.                Aos que não estão sindicalizados, também é oferecido atendimento, mas deverão aportar com o custo de R$ 60,00 para cada informação solicitada.

Os tribunais do Trabalho estão sentenciando que os benefícios conquistados e oferecidos pelo Sindicato só se estendem a aqueles que contribuem com a manutenção da entidade sindical.

Todo o sindicalizado demitido tem o direito da assistência do Sindicato no ato da homologação, queira o empregador ou não.

Portanto, encarecidamente pedimos a compreensão de todos os sindicalizados para continuar acreditando no Sindicato. O trabalhador ainda não tem condições de negociar sozinho com seu empregador, sendo assim indispensável a continuidade do sindicato para equalizar as relações entre o capital e o trabalho.

Claiton Augusto Vargas MeloDiretor para assuntos profissionais e assistenciais

Deixe uma resposta

Fechar Menu